Histórico da criação do Portal OQE

A OQE surge e desenvolve-se no seio do Instituto de Psicologia da USP -IP USP- a partir de 1998,  fazendo crítica dos modelos mais difundidos de atendimentos psicológicos a queixas escolares, de cunho predominantemente individualizante, que subestimam ou desconsideram pertencimentos sociais fundamentais, como as próprias escolas e seus fazeres cotidianos.

Em 2001, o interesse despertado em psicólogos em busca de novos e melhores rumos em seus trabalhos, aliado ao amadurecimento desta abordagem, fez com que fosse criado um Curso de Aperfeiçoamento, de um ano de duração, com aulas, atendimentos supervisionados e elaboração de monografias.

Desde então, formaram-se cerca de 150 profissionais que, juntamente com psicólogos que fizeram estágio em OQE quando no curso de graduação do Instituto de Psicologia -IP, têm implantado, desenvolvido e divulgado este trabalho em diferentes lugares e instituições do Brasil. Muitos são docentes de Psicologia e têm formado seus alunos utilizando os conhecimentos adquiridos em sua passagem pelo serviço.

Em 2007, a grande procura pelo Curso motivou a elaboração e publicação da coletânea “Orientação à Queixa Escolar”, organizada por Beatriz de Paula Souza, pela Editora Casa do Psicólogo. Esta obra foi um marco na disseminação dos conhecimentos abordados no curso, suas propostas e instrumentais. Alguns exemplos:

  • O sistema nacional da Universidade Paulista -UNIP a tem como obra de referência fundamental na área de Psicologia Escolar.
  • Em 2012, a Universidade Pedagógica de Moçambique, estatal com campi por todo o território deste país, solicita a realização de formação em OQE para seus docentes de Ciências da Educação e Psicologia, por meio do convênio internacional de colaboração firmado com a USP.
  • O interesse no Curso de Aperfeiçoamento segue crescendo, chegando a 19 candidatos por vaga, muitos de lugares longínquos que propõem-se ao esforço imenso de viajar a São Paulo, até duas vezes por semana por um ano, desde cidades como Poços de Caldas (MG) e Iporanga, tal seu interesse. Pedidos de formação online advindos de outros Estados tornam-se frequentes.

Preocupa-nos atender a estas demandas, que vemos como uma conquista alvissareira, assim como cuidar os referenciais da OQE construída no IP, que podem perder-se ou serem distorcidos neste movimento de grande disseminação.

O pequeno histórico acima desenhado resultou na criação deste Portal . Pretendemos que seja um repositório de saberes e instrumentais da OQE/IPUSP acumulados desde 1998, disponibilizado de forma fácil, amplamente acessível e em linguagem atraente, com recursos audiovisuais contemporâneos. Está aberto na internet, o que possibilita a divulgação de seus conteúdos em redes sociais. Para isto, utiliza alguns dispositivos interligados de produção de conteúdo e divulgação, sendo os principais o próprio portal eletrônico e um canal no YouTube, interligados.

Esperamos, assim, contribuir para que psicólogos, educadores e demais interessados na superação das dificuldades e sofrimentos produzidos na vida escolar possam enriquecer-se e instrumentalizar-se para isto.